15jun
De: Ingrid Em: junho 15, 2018 Categoria: Entrevistas Comentários: 0

Leila Navarro é empresária, conferencista e autora de 15 livros. O mais recente lançamento é o livro “Virar o jogo – Como agir num mundo de incertezas”. Com mais de 18 anos de carreira internacional, já teve as suas palestras assistidas por mais de 2 milhões de pessoas e hoje integra o ranking dos 20 maiores palestrantes do Brasil. Além disso, já ganhou por duas vezes o prêmio dos 100 melhores fornecedores de RH na categoria palestrante do ano.

Leila é a entrevistada da vez no canal Turnaround de Edgar Ueda. Nesta entrevista ela conta um pouco da sua história e também destaca a importância de descobrir o talento que será o verdadeiro combustível para definitivamente virar o jogo.

Edgar Ueda: Como a motivação pode fazer com que as pessoas saiam do estado atual e virem o jogo de sua vida?

Leila Navarro: Motivação é a minha palavra de ordem, é o meu trabalho há 20 anos. Na realidade não motivamos ninguém, as pessoas são auto-motivadas. Então eu fico pesquisando e estudando o quê auto-motiva as pessoas. Essas pessoas são apaixonadas, tem brilho no olho, mas de onde vem a paixão? Cheguei à conclusão de que tudo começa no talento. Você tem que descobrir qual é o seu talento. Ele é fácil, é uma coisa que você faz naturalmente, te dá prazer. A gente nem reconhece e nem é educado para reconhecer o nosso talento. É aquela coisa que quanto mais você dá, melhor fica. Isso está ligado ao seu talento. Isso te liga num propósito de vida e faz você ficar apaixonado. Talento não está na escola, é muito mais que isso.

Edgar Ueda: Qual foi a sua virada? Qual foi o seu grande Turnaround? Sei que você deve ter tido inúmeros, mas qual foi o mais impactante?

Leila Navarro: Estou na minha quarta carreira profissional que é ser palestrante a 20 anos. Meu sonho quando menina era ser médica. Na época era muito difícil e acabei fazendo fisioterapia. Comecei a trabalhar com Terapia Intensiva que era uma coisa moderna. Daí me casei com um médico e fui ter uma clínica de fisioterapia em Arujá (SP), casada com um cirurgião. Tive três filhos. De repente ele me pediu um tempo. Tinha o sonho de ir para os Estados Unidos fazer um curso para melhorar a minha performance como fisioterapeuta. Disse a ele que daria o tempo que ele quisesse, mas que eu iria fazer meu curso. Foi a minha grande oportunidade. Ao invés de na hora eu dar uma de coitadinha eu decidi dar um tempo para ele. Fui para os Estados Unidos e quando voltei meu casamento acabou e essa foi a minha grande virada. Ninguém me ensinou isso. A minha virada foi quando eu passei a me respeitar como ser humano. O casamento acaba sendo uma empresa, um negócio. Você tem missão, meta e propósito, só que tem uma relação de amor e social. Então quando você se separa é uma grande ruptura. A minha grande virada foi que ao invés de eu me desmontar, eu virei o jogo e descobri uma Leila Navarro que eu nem sabia que era. Depois de um tempo fui agradecer a ela o pontapé na bunda que levei. Quando perdemos o chão você descobre que é muito mais forte do que aquilo.

Edgar Ueda: Muitas pessoas buscam o sucesso, buscam chegar ao topo, mas manter é outro desafio. Você está há 20 anos como uma das maiores palestrante motivacional do Brasil. Qual é o seu segredo?

Leila Navarro: Acho que você tem que ter talento, ser apaixonado pelo que você faz, mas o que mantém você com esse pique e energia é o propósito. Tem que ser claro, pois o propósito dá sustentabilidade para um processo, para um querer. Estou apaixonada por esses empreendedores globais e um deles é o chinês Jack Ma do Alibaba. Ele fala que o sucesso é quando você faz o outro se sentir melhor, o outro ter resultado. Então acho que o meu trabalho é para o outro. Quando você pensa só em você, não funciona. Tem que perceber que você está agregando alguma coisa para o negócio ser sustentável.

Edgar Ueda: Qual seria o ponto de partida para virar o jogo?

Leila Navarro: Tem uma coisa que é muito importante neste Turnaround que é o dia a dia. Se você não souber levar gostoso, levar bem, levar leve para virar o jogo na hora, com flexibilidade, acho que a coisa não funciona. Vou contar uma história para deixar como metáfora. Eu tenho um sonho de ver a aurora boreal, como nunca tomei droga na minha vida, acho que isso ia me fazer ver tudo colorido e ia ser muito louco. Fui fazer uma turnê na Europa para dar palestras e lá me sobrou cinco dias e aproveitei a oportunidade para ver a aurora boreal. Tenho uma amiga que mora na Finlândia e fui para a casa dela. Chamei ela pra ver a aurora boreal e fomos para uma cidade onde teríamos mais probabilidade de ver. Íamos ficar três dias lá e baixei um aplicativo para ver qual seria o dia com mais chance. O primeiro dia tinha 8%, o segundo 9% e o terceiro 10% de chance. Achei uma chance muito boa, já até ganhei carro em sorteio. Tivemos que alugar uma roupa, pois estava menos 36 graus, vai no meio da madrugada e tem que ir longe da cidade com um grupo e guia. Eu estava todo empolgada, toda hora falava que estava chegando e não chegava nada. As horas foram passando e a aurora boreal não veio. O pessoal estavam todos tristes e eu feliz. A gringaiada falou que achava que eu bebia por estar feliz. Daí decidi dar uma palestra pra eles e disse: “a vida é como um jogo de videogame, enquanto você está perdendo, você está no jogo, quando você ganha, game over”. Eu ainda estou no jogo da aurora boreal. Enquanto você estiver perdendo e tiver vontade, você tem condições de virar. Se você não quiser estar mais nesse jogo é porque o jogo não é mais pra você, larga isso e vai fazer outra coisa. Eu não vi a aurora boreal, estou no jogo e isso me motiva. Estou no jogo de ser palestrante, acredito que posso mudar o mundo. Enquanto isso faz sentido pra mim vou virando o jogo. Mas quando não tiver mais sentido, larga e vai buscar o jogo que você vai querer estar. Eu estou no jogo!

Quer sempre ficar atualizado sobre o Turnaround de pessoas de sucesso e ainda receber conteúdo transformador? Inscreva-se agora no meu canal no YouTube (https://goo.gl/hK1tQA), ative o sininho e você sempre terá informações de como mudar a sua vida. Assista a entrevista completa aqui: https://youtu.be/m0vIEDAwvpg

Acompanhe as nossas redes sociais e saiba em primeira mão novidades sobre o pré-lançamento do meu livro sobre a “Arte de Virar o Jogo” sobre os 3 pilares do TurnAround, que acontece ainda neste ano.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe e ajude a multiplicar informações que motivam, inspiram e despertam mudanças que vão ajudar outras pessoas a virarem o jogo.