fbpx
Categorias
Sem categoria

Tendência de crescimento dos financiamentos imobiliários

Os financiamentos imobiliários tem atraído a atenção de uma boa parcela da população. E a tendência é que ele cresça ao longo deste ano.

Em janeiro de 2022, foi feita uma projeção da Abecip, a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, de que os financiamentos de imóveis cresceriam em torno de 2% durante o ano.

Na prática, isso significa uma receita total de R$260 bilhões apenas dos financiamentos. Em 2021, os financiamentos bateram recordes, com um crescimento de 46%. 

A busca pela casa própria foi intensificada ainda mais após a pandemia, quando muitas pessoas viram a necessidade de investir em um imóvel para a vida toda.

Fonte: https://www.imobzi.com/papoimobiliario/financiamentos-devem-crescer-no-brasil/#:~:text=Segundo%20a%20Associa%C3%A7%C3%A3o%20Brasileira%20das,em%20rela%C3%A7%C3%A3o%20ao%20ano%20passado.

Categorias
Sem categoria

Tokenização no mercado imobiliário pode movimentar até US$ 280 trilhões

O mercado imobiliário, um dos pilares da economia de qualquer país, tem buscado se modernizar a fim de ganhar as novas gerações, aumentando e melhorando as possibilidades de crescimento.

E uma destas formas de modernizar está na tokenização. 

Por a venda e compra de imóveis ser ainda um processo bastante burocrático, é comum que as mudanças demoram a acontecer neste setor.

No entanto, as estimativas de ganho no que se refere à entrada do mercado imobiliário com ativos digitais é impressionante.

Segundo a empresa Moore Global, com apenas 0,5% do setor passando pela transformação dos ativos digitais é possível movimentar até US$1,4 trilhão.

Tudo isso graças às facilidades que este processo propõe, além de transparência.

A modernidade tem chegado para o setor!

Fonte: https://exame.com/bussola/como-o-mercado-imobiliario-conta-com-ativos-digitais-para-atrair-clientes/



Categorias
Sem categoria

Aluguel residencial fica acima da inflação

Nos últimos meses, o valor do aluguel tem crescido, e em maio chegou a ficar superior à inflação.

Comparando em um ano, o aluguel de um imóvel residencial ficou 11,11% mais  caro. E no último mês, maio de 2022, o aumento foi de 1,70%. 

Diversas cidades foram avaliadas, entre elas São Paulo, que teve o maior valor de todo o país, por R$42,11 o metro quadrado. Outras capitais avaliadas foram Recife, Brasília e Rio de Janeiro, que teve R$ 34,81 de metro quadrado.

Com isso, surgem diversas oportunidades para os investidores, que desejam apostar em um mercado com possibilidades diversas, incluindo até mesmo o aluguel por diária, que tem chamado bastante a atenção nas grandes capitais.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/business/aluguel-residencial-tem-alta-superior-a-inflacao-de-maio-indica-fipezap/

Categorias
Sem categoria

O sucesso do litoral catarinense no mercado imobiliário

Já não é novidade que o litoral catarinense tem movimentado o mercado imobiliário, com uma alta procura e entrega de empreendimentos de alto padrão, diversas cidades da região tem obtido uma média acima do mercado, especialmente Itajaí.

As belezas naturais da região que trazem a sensação de viver em um lugar turístico, com a grande valorização imobiliária e a busca por uma boa qualidade de vida fazem com que as pessoas encontrem nos novos empreendimentos da cidade 

Por isso que nos últimos tempos diversas regiões em expansão da cidade tem obtido uma valorização acima da média do mercado imobiliário, como é o caso de Itajaí, cidade que tem chamado a atenção de investidores do setor.

Fonte: https://www.nsctotal.com.br/noticias/com-apelo-turistico-e-sustentavel-imoveis-em-itajai-podem-valorizar-mais-do-que-o-mercado

Categorias
Sem categoria

Aluguel aumenta no Rio de Janeiro

Segundo levantamento realizado pelo Imóvelweb, o valor do aluguel na cidade do Rio de Janeiro chegou a um aumento de 8,4% neste ano.

Agora, o valor médio para alugar um apartamento de dois quartos é pouco mais de R$2.000, podendo mudar bastante de valor entre as regiões.

A Zona Sul, umas regiões mais nobres da grande capital, tem o valor médio de quase R$3.000, enquanto a Zona Oeste o valor gira em R$1.045, uma diferente de quase R$2.000, mudando entre as zonas.

A Zona Sul obteve a maior variação anual, chegando a 8,1%, com variação mensal de 2,6%.

Fonte:

https://exame.com/mercado-imobiliario/aluguel-rio-de-janeiro-sobe-2022/
Categorias
Sem categoria

Crescimento do mercado imobiliário e aceleração de outros setores

Todo mundo sabe que quando o mercado imobiliário está crescendo, há uma aceleração em diversos outros setores que trabalham em conjunto.

E a notícia de hoje é justamente sobre o grande crescimento que o setor de móveis obtêm com as altas do mercado imobiliário.

O Brasil tem batido recordes na exportação de móveis, números impressionantes que vem desde o ano passado. Ao  total, em 2021 o setor obteve 50% a mais de receita, gerando US$ 989,3 milhões.

Os números acompanham o mesmo crescimento que o mercado imobiliário vem obtendo, desde 2021 e, principalmente, nesse primeiro semestre de 2022.

Sem dúvidas, são setores que atuam muito próximos e o crescimento de um reflete em tantos outros. 

Fonte: https://valor.globo.com/patrocinado/imoveis-de-valor/noticia/2022/06/24/setor-de-moveis-acompanha-boom-do-mercado-imobiliario.ghtml 

Categorias
Sem categoria

Venda de imóveis continua crescendo após alta da SELIC

Uma preocupação constante com a alta da taxa SELIC é a diminuição das vendas de imóveis, tendo em vista que muitas possibilidades se fecham neste cenário econômico.

No entanto, não é isto que temos visto nos últimos tempos. Desde o começo do ano, a SELIC tem subido. No entanto, o primeiro trimestre de 2022 registou um aumento também de 6,2% na venda de imóveis, comparado com o mesmo período do ano passado.

E não são somente as vendas! Os lançamentos também seguem a todo vapor. 

No setor de Médio e Alto Padrão (MAP) foram lançamentos 10.013 imóveis, com crescimento de 35,6 e, no primeiro trimestre, o MAP teve 9.553 unidades vendidas.

Sem dúvidas, os aumentos da taxa SELIC desanimar algumas pessoas, no entanto, a tendência é que o mercado imobiliário siga em expansão de vendas durante o ano.

Fonte: https://www.abrainc.org.br/mercado-imobiliario/2022/06/14/mesmo-com-a-alta-na-taxa-selic-venda-de-imoveis-no-pais-segue-em-crescimento/?utm_campaign=abrainc_news_15_de_junho_de_2022&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Categorias
Sem categoria

Crescimento do mercado imobiliário em Marília atrai investidores

Ao redor de todo o Brasil podemos notar um crescimento do mercado imobiliário, mas uma matéria do Giro Marília mostrou um atrativo interessante para possíveis investidores.

O crescimento do mercado tem atraído aqueles que desejam comprar imóveis para alugar posteriormente. Especialmente com os reajustes de aluguéis, que chegaram a 10% em 2022, tornando este um negócio ainda mais lucrativo.

A compra de imóveis estratégicos – que darão um bom retorno ao alcançar o público que você deseja atingir – é o caminho de sucesso para fazer lucro na compra dos imóveis na região.

No momento, a atenção voltada para a região de Marília está em imóveis de alto padrão e com excelente localização.

Fonte: https://www.giromarilia.com.br/noticia/giro-marilia/mercado-imobiliario-cresce-e-cria-oportunidade-inedita-para-a-compra-de-imoveis-para-locacao/104114

Categorias
Sem categoria

Facilidades no financiamento de imóveis residenciais

Agora pode ficar ainda mais fácil para quem deseja financiar seu primeiro imóvel. O governo ampliou a linha Pró-Cotista, programa que tem o objetivo que facilitar o financiamento para aqueles que possuem dinheiro no FGTS. 

O novo plano é de reduzir os juros que atualmente sã de 8,4% para 7,6% ao ano, somado com a Taxa Referencial. As limitações são de financiamento de até R$1,5 milhão. 

Sem dúvidas, uma excelente oportunidade para o mercado imobiliário, assim como para aqueles que buscam conquistar sue primeiro imóvel. 

Fonte: https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/financiamento-imobiliario-governo-vai-reduzir-juros-em-linha-atrelada-ao-fgts/

Categorias
Sem categoria

Empreendimentos voltados para pessoas acima de 60 anos são nova aposta do mercado

Você já pensou na oportunidade que existe para novos empreendimentos voltados ao público da terceira idade? Recentemente, os olhares dos investidores do mercado imobiliário passaram a pousar naqueles que possuem acima de 60 anos.

Com o aumento da expectativa de vida dos brasileiros, que vivem em média até os 76 anos, e as necessidades específicas que idosos possuem, diversos novos empreendimentos têm surgido.

Imóveis mais modernos, com tecnologia que facilita o dia a dia e trazem mais conforto, comodidade e segurança, sem esquecer dos facilitadores para a autonomia deste público.

Além disso, outra solução apresentada por esses novos negócios são imóveis em condomínios que facilitam a convivência, com um senso de comunidade.

Esta é uma tendência bastante ativa lá no exterior e que provavelmente chegará em breve no Brasil.

Fonte: https://imoveis.estadao.com.br/noticias/mercado-imobiliario-diversifica-oferta-para-publico-acima-de-60-anos-estadao-imoveis/